×

Publicidade

Brasil

Após dinheiro na cueca, senador é retirado de comissão da covid-19

Comissão mista do Congresso Nacional é responsável por acompanhar os gastos do governo federal com a pandemia do novo coronavírus

Flagrado pela Polícia Federal com R$ 33,1 mil dentro da cueca e investigado por desviar recursos do combate ao novo coronavírus, o senador Chico Rodrigues (DEM-RR) foi retirado da comissão mista do Congresso Nacional responsável por acompanhar os gastos do governo federal com a pandemia do novo coronavírus.

O senador ocupava uma vaga de suplente na comissão, formada por deputados e senadores. Esse colegiado é responsável por acompanhar as ações do governo na pandemia, fiscalizar os gastos da União na crise e ouvir representantes da administração federal sobre as respostas à doença no país.

A vaga de Chico Rodrigues pertence ao bloco Vanguarda, formado por DEM, PL e PSC no Senado, que retirou o parlamentar por meio de ofício enviado à comissão nesta sexta-feira (16). Nenhum substituto para a cadeira foi colocado até o momento.

Continua após a Publicidade

Chico Rodrigues é investigado por um suposto esquema que desviou recursos destinados ao combate à covid-19. Por causa disso, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso determinou o afastamento do senador por 90 dias – decisão que ainda precisa passar pelo Senado. O parlamentar também deixou de ser vice-líder do governo Bolsonaro na Casa.

Além do afastamento, o senador é alvo de uma representação no Conselho de Ética do Senado. O escândalo pode levar o parlamentar a perder o mandato. Nos bastidores, porém, senadores discutem abrandar a situação de Rodrigues e criticam o afastamento de um integrante da Casa por meio de decisão individual de Barroso. Em nota enviada na quinta-feira (17), Rodrigues disse ser inocente.

 

 

Fonte: Agência Estado

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.