×

Publicidade

Celebridades

Grupo Menos é Mais tem vídeo de pagode mais assistido da história

'Se alguém falasse tudo isso que a gente está colhendo hoje, diria que seria impossível', diz Goes, um dos percussionistas do grupo

O Grupo Menos é Mais alcançou 419 milhões de visualizações no YouTube com o projeto Churrasquinho do Menos é Mais, que se tornou o vídeo de pagode mais assistido da história da plataforma e o segundo vídeo musical mais visto de 2020.

A apresentação foi publicada em dezembro de 2019 com as faixas Melhor Eu Ir, Ligando os Fatos, Sonho de Amor e Deixa Eu Te Querer.

“A gente não esperava tanto, apesar de sabermos que era um vídeo diferente. Mas, conforme lançamos e fomos quebrando pequenos recordes no nosso próprio canal, já estávamos entendendo que era um vídeo que tinha potencial enorme para alcançar resultados e recordes maiores”, contou Gustavo Goes, um dos percussionistas do grupo.

Continua após a Publicidade

Para o músico, o sentimento é de ter conquistado o impossível: “No momento em que gravamos, no final de outubro de 2019, se alguém falasse tudo isso que a gente está colhendo hoje, sem saber a proporção que ia tomar, a gente diria que seria impossível um grupo de Brasília, sem empresário, sem gravadora, conquistar o que conseguimos. Não só através desse vídeo, mas de todo nosso trabalho, eu acho que é uma sensação de ter conquistado o impossível”.

O Menos é Mais ganhou popularidade em 2020, durante a quarentena pela pandemia de covuid-19. Goes disse que a ficha vai caindo aos poucos com os prêmios e resultados, mas que um show com a visibilidade que eles têm atualmente ainda não aconteceu. “Quando voltarem os eventos e todo mundo puder curtir com con segurança, sem ter medo de nada, eu acho que a gente vai conseguir sentir realmente peso do que aconteceu em todo esse ano de 2020”, declarou.

Na última sexta-feira (30), o Grupo Menos é Mais lançou a faixa Pagando Mal com o Mal, que faz parte do primeiro álbum Plano Piloto, em homenagem a cidade natal do integrantes.

O grupo de pagode formado por Duzão (vocalista), Gustavo Goes (percussionista), Jorge Farias (percussionista), Paulinho Félix (percussionista) e Ramon Alvarenga (percussionista) é de Brasília, do Distrito Federal, e surgiu em 2017.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.