×

Publicidade

Coluna da Célia Lima

Nutricionista alerta para métodos que prometem fortalecer a imunidade do corpo contra o coronavírus

Ainda não há vacina ou medicamentos contra o coronavírus, por isso a melhor defesa é o seu sistema imunológico. No entanto, o Dr. Leone Gonçalves alerta para os cuidados a ter com falsas promessas de alimentos ou suplementos ditos milagrosos ...

Vivemos dias em que o mundo inteiro está preocupado com a ameaça de uma pandemia do coronavírus, que se originou na China e hoje é uma questão de saúde pública em todo o mundo, com o aumento diário do registro de casos, inclusive no Brasil. Como ainda não existem medicamentos ou vacinas contra isso, a busca por medidas preventivas e maneiras de evitar o contágio tem sido cada vez maior por parte da população.

O nutricionista Dr. Leone Gonçalves relata a importância diante deste cenário de emergência global de estar com o sistema imunológico fortalecido e de como a alimentação e hábitos saudáveis contribuem para isso: “muitos de nós acabamos jogando contra nossas próprias defesas, ao levar uma vida de menos sono do que o recomendado, alimentação pobre em nutrientes, estresse, poluição e automedicação, o que infelizmente ainda é uma prática muito comum no Brasil. O nosso sistema imunológico é a principal defesa do corpo contra agentes infecciosos, como vírus, fungos, bactérias e até mesmo certos parasitas. Por isso, é importante cuidar da alimentação, pois as deficiências nutricionais e uma rotina de hábitos não saudáveis podem diminuir a capacidade do nosso sistema imune de reagir e nos proteger”.

Como se proteger do coronavírus

Continua após a Publicidade

O Dr. Leone Gonçalves aponta que a melhor defesa é o fortalecimento do sistema imunológico: “Ainda não há uma vacina para o coronavírus e pouco se sabe sobre a doença. Logo, não há no momento melhor defesa contra essa ameaça do que um sistema imunológico ativo e em pleno funcionamento.”

No entanto, o especialista reforça que o coronavírus e a infecção causada por este tipo de vírus é diferente de uma gripe comum. Sendo assim, os cuidados mais efetivos não são os mesmos recomendados para casos de gripes e resfriados e a prevenção não está diretamente relacionada ao aumento da ingestão de vitaminas ou minerais em específico: “infelizmente muitos estão se aproveitando do momento de crise para vender produtos e induzir. As mais recentes informações sobre o novo coronavírus mostram que as medidas mais eficazes para combater o vírus não estão relacionadas a aumentar a ingestão de vitamina C, zinco, vitamina  D, glutamina ou outras substancias que podem ser eficazes para uma gripe comum.”

Segundo o Dr. Leone, os estudos apontam para uma mudança de hábitos e costumes como maneira de prevenir o contágio com o coronavírus: “as melhores medidas que podem ser tomadas agora estão relacionadas a manter a higiene corporal e a limpeza dos objetos em dia, lavar as mãos com sabão ou fazer uso do álcool gel, manter uma boa ingestão de proteínas, dormir bem, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, não fazer dietas restritivas, manter a hidratação bebendo bastante líquido, evitar aglomerações, compartilhamento de objetos pessoas e contato físico. Essas orientações são condizentes com as orientações do Ministério da Saúde. ”

Cuidado com falsas promessas

O especialista revela que é preciso tomar cuidado com informações divulgadas na internet, que são inverdades ou meias verdades, ou com produtos e suplementos que prometem o fortalecimento do sistema imunológico contra o coronavírus: “Como profissional sério jamais poderia deixar de alertar às pessoas sobre as mentiras que estão sendo espalhadas por aí em busca de aumentar vendas e lucros. É errado pensar que de um dia para o outro, por começar a ingerir suplementos alimentares, vitaminas sintetizadas, ou mais verduras, frutas cítricas e  alimentos que possam favorecem a imunidade, que no dia seguinte o corpo já vai responder. É preciso ter a consciência que pessoas que têm a imunidade alta são aquelas que tem uma constância em bons hábitos alimentares, que mantém boa higiene, uma rotina com quantidade adequada de horas de sono, que se mantém ativas praticando exercícios físicos regularmente e sem exageros. Cuidado com falsas prometas de alimentos e medicamentos milagrosos, são inverdades.”

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.