×

Publicidade

Coluna da Célia Lima

Personal repostado pelo craque Romário defende estímulos para pessoas com Down

No vídeo repostado pelo ex-jogador da seleção, o personal Marcelo Santana ministra treino para um garoto portador da Síndrome de Down. O ex-jogador possui uma filha com a condição

“Muitas vezes nós tratamos os portadores como alguém diferente, sendo que a diferença que está criando somos nós”.

Não é todo dia que um craque que fez história no futebol brasileiro nota seu trabalho. E foi justamente por esse motivo que o personal Marcelo Santana recebeu com surpresa e entusiasmo a notícia de que o senador e ex-jogador da Seleção Brasileira Romário de Souza postou o vídeo no qual o profissional aparece ministrando um treino para o aluno David Ricardo, 36, portador de síndrome de Down.

O jogador convive diariamente com a condição, pois Ivy Faria, filha dele com a companheira Isabelle Bittencourt, é portadora da síndrome. Na postagem que já conta com mais de 55 mil curtidas, Romário elogiou a iniciativa e enfatizou a importância do trabalho. “Bora malhar também, galera! Olha aí o estímulo”.

Continua após a Publicidade

O personal Marcelo Santana diz que além de reconhecimento, ações com a de Romário difundem conhecimento sobre as alternativas e iniciativas que podem melhorar a qualidade de vida das pessoas com Down, além de quebrar as barreiras do preconceito. “Muitas vezes nós tratamos os portadores como alguém diferente, sendo que a diferença que está criando somos nós”.

Tratamentos estimulantes são para Marcelo uma das melhores maneiras não apenas de melhorar o condicionamento físico dos portadores, que naturalmente já nascem com limitações como a hipotonia— diminuição do tônus muscular—, como também de fortalecer o lado emocional e afetivo. “É uma questão de respeitar a individualidade biológica. Provocar estímulos, dar novos comandos, tentar trabalhar a coordenação de outros ângulos. Durante todo esse processo você aprende como profissional, com David, por exemplo, desenvolvi uma relação de irmão e isso foi muito importante para ele também”, conta.

Para Marcelo é necessário enfatizar cada vez mais a importância dessas prática. “Muitas famílias que convivem como o Down não tem conhecimento dessas alternativas e dos benefícios de estimular o portador desde cedo. E isso não apenas com atividades físicas, mas também por meio de cursos e aulas que trabalhem toda a parte cognitiva”.

Após a reportagem do craque, o personal recebeu dezenas de dúvidas sobre o treino: foram quase dois mil novos seguidores na rede social. Marcelo diz que isso é uma notoriedade que ajuda a difundir a importância e democratizar os benefícios de trabalhos do gênero. “Se os formadores de opinião em peso começassem a compartilhar iniciativas como essa, muitas pessoas poderiam ser atingidas. Tenho certeza famílias que não sabiam desses benefícios foram alcançadas com a postagem dele”.

O profissional defendeu que os incentivos devem ser encorajados, e o primeiro passo para isso é entender a necessidade deles. “Esse tipo de ação não depende de um profissional e sim de compreender a diferença que criar estímulos e trabalhar a individualidade faz na vida dessas pessoas”. E completou: “A causa é de extrema importância para mim não apenas como profissional, mas como ser humano também. Coloco me à disposição caso a filha do Romário precise de um personal.”

 

Ver essa foto no Instagram

 

David Ricardo tem 36 anos e Síndrome de Down. Assim como muitas pessoas que possuem a síndrome, David precisa de estímulos para uma vida saudável. Ele tem hiperflexibilidade articular, pouco equilíbrio e, se não for estimulado da maneira correta, seu desenvolvimento pode ser prejudicado. Por isso sua mãe, Helena Melo, contratou um personal trainer que, hoje em dia, é peça fundamental na vida de David. O professor está com ele há 11 anos e os resultados para a independência e autonomia de David são impressionantes. “Chegamos ao ponto de ele realizar o treino sozinho (somente com supervisão)”, comemora o professor. E para a mãe o David é um campeão! ? Bora malhar também, galera! Olha aí o estímulo ? ?

Uma publicação compartilhada por Romário Faria (@romariofaria) em

Ver comentários
  • Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.