×

Publicidade

Coluna do Udes Filho

Em plena pandemia, Câmara de Bequimão votará “PL das Diárias” do prefeito

O Quarto Poder procurou alguns os vereadores do município  sobre o polêmico “Projeto das Diárias do Prefeito”, mas apenas os vereadores Thiago Lobato, Raquel Paixão e Danilo Gusmão retornaram o contato.

O prefeito de Bequimão Zé Martins, do MDB.

No inicio da noite desta quinta-feira (4), as redes sociais pegaram fogo na cidade de Bequimão, no Maranhão. A vereadora Raquel Paixão compartilhou, nos grupos de WhatsApp mais badalados da cidade, uma cópia do Projeto de Lei encaminhado pela Prefeitura, para a Câmara Municipal, para ser votado na sessão desta sexta-feira (5).

“Boa noite a todos, falei anteriormente que iria informar aqui sobre as sessões. Esse Projeto de Lei o Prefeito mandou para ser votado amanhã, peço que vocês deem uma lida e gostaria muito a opinião de vocês”, escreveu a vereadora ao compartilhar o PL  001/2020.

Em plena pandemia do novo coronavírus, tendo Bequimão contabilizado 106 casos confirmados e 6 óbitos pela Covid-19, o prefeito Zé Martins (MDB) demonstra estar mais preocupado em receber diárias de viagens pelo estado ou para fora dele, do que com a saúde pública do município. O Projeto de Lei 001/2020 de autoria do Executivo de Bequimão, institui e regulamenta a concessão de diárias ao Prefeito, vice-prefeito e servidores Público Municipais dos órgãos da Administração Direta do Município.

Continua após a Publicidade

Internautas, nos grupos de WhatsApp, alertaram para o fato do prefeito passar mais tempo em São Luís do que em Bequimão. Zé Martins pretende faturar R$ 500,00 (quinhentos reais) por dia, só por estar em São Luís. E se resolver viajar para outro Estado, o “bônus” sobe para R$ 800,00 (oitocentos reais) por dia .

O Quarto Poder procurou alguns os vereadores do município  sobre o polêmico “Projeto das Diárias do Prefeito”, mas apenas os vereadores Thiago Lobato  e Raquel Paixão retornaram o contato.

Vereador Thiago Almeida (PRTB)

Para o vereador Thiago Lobato (PRTB) é uma vergonha a atitude do prefeito Zé Martins. “Meu amigo isso é uma falta de respeito, um prefeito desses não se importa com a sociedade. Pois seria bom se ele olhasse pra todos aqueles que precisam, pois dinheiro foi para a Prefeitura. Ele não tá fazendo nada dentro de Bequimão”, disse.

Para a vereadora Raquel Paixão (PSB), que tornou público o “Projeto das Diárias do Prefeito”, a atitude do prefeito é absurda e vai na contramão da realidade do município.

Vereadora Raquel Paixão do PSB

“É um verdadeiro absurdo, um prefeito colocar um Projeto de Lei, para ser votado na Câmara, para tratar de diárias, sendo que todos agora estão diminuindo gastos em virtude da pandemia do novo vírus. Bequimão está hoje com já mais de 100 casos confirmados e 6 óbitos pela covid-19. Em vez do prefeito apresentar um projeto para beneficiar as pessoas, ele faz um projeto para beneficiar a si mesmo”, desabafou Raquel Paixão .

O presente Projeto objetiva a adequação dos valores das diárias concedidas ao prefeito, vice-prefeito, secretários, servidores e órgãos da Administração. O prefeito Zé Martins justifica o PL explicando que “visa dinamizar e facilitar os trabalhos do Poder Executivo, dando maior celeridade e menor burocracia aos serviços prestados pelo Município”.

Minutos antes da publicação deste post, o titular desta Coluna recebeu a ligação do vereador Danilo Gusmão (PDT), informando que não poderia ser favorável ao Projeto de Lei encaminhado pelo prefeito Zé Martins. “Vou votar contra a aprovação deste Projeto. O nosso povo precisa é de investimento na Saúde. Estou do lado é do povo, vou votar contra o PL  001/2020”, explicou o vereador.

Veja o teor do Projeto de Lei 001/2020 de autoria da Prefeitura de Bequimão

 

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.