×

Publicidade

Coluna do Udes Filho

Gestão Edivaldo trabalha programa contra a violência escolar

Iniciativa abre espaço para os professores e pais participarem, além de alertar e incentivar sobre a importância do combate a qualquer tipo de violência; ação integra a política educacional e de cidadania da gestão do prefeito Edivaldo.

Prefeitura de São Luís trabalha o combate à violência com programa implantado em escolas da rede municipal

Bullying, depredação contra o patrimônio público, indisciplina, combate às drogas e à violência contra a mulher são pontos que devem ser debatidos no Programa Contra a Violência Escolar, que será desenvolvido pela Prefeitura Municipal de São Luís, nas escolas da rede municipal. Estão envolvidas na ação as secretarias municipais de Educação (Semed) e Segurança com Cidadania (Semusc) via Guarda Municipal de São Luís. Ação integra a política educacional e de cidadania da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

A cerimônia de abertura do programa aconteceu esta semana, na U.E.B Jackson Kepler Lago, na Cidade Operária, com apresentação da banda da Guarda Municipal tocando o hino nacional, e musicas conhecidas como ‘Louvor a São Luís’ e ‘Aquarela do Brasil’.

Continua após a Publicidade

“Trabalhar essas questões com os jovens é fundamental para criar uma cultura de paz nas escolas e oportunizar a construção de um ambiente escolar onde haja respeito e consciência”, ressaltou o Secretário de Educação de São Luís, Moacir Feitosa.

O secretário de Segurança com Cidadania, Heryco Coqueiro, explicou que o programa vem fortalecer o trabalho já desenvolvido nas escolas. “Já trabalhamos a temática bullying e drogas há um tempo na U.E.B Jackson Lago. O objetivo é dar oportunidade para ampliar a visão desses estudantes, mostrando que a escola é uma janela para o futuro”.

PÚBLICO

Direcionado aos estudantes do 6º ao 9º anos, o programa, além de abrir espaço para os professores e pais participarem, vai alertar e incentivar todos sobre a importância do combate a qualquer tipo de violência, tentando levar a reflexão além da escola.

“Esse projeto vem somar às ações já existentes dessa temática dentro da escola e combatendo a violência nós conseguimos transformar pensamentos e colaborar para o desenvolvimento social dos nossos estudantes”, pontuou a gestora da escola, Ana Carla Prazeres.

Já a estudante, Ana Lilian, do 9º ano, destacou o combate à violência contra a mulher. “Esse é o meu último ano na escola, e eu acho muito legal termos um programa que destaque como é errado qualquer tipo de violência, principalmente contra a mulher na nossa sociedade”.

PROGRAMA

Os cinco eixos temáticos do programa devem ser trabalhados por cerca de quatro meses. Serão realizadas 10 etapas, com a intenção de orientar, dentro da especificidade de cada tema, como o combate à violência deve ser feito.

A programação segue na próxima semana com a aplicação de questionários para todos os estudantes, e baseando-se nas repostas, será realizado um mapeamento e medição dos resultados apresentados, para poder aplicar a metodologia da forma mais clara e eficaz possível.

O representante da Guarda Municipal e coordenador do programa Contra a Violência Escolar, Bergson Rios, ressaltou que “a intenção é fazer com que os estudantes se sintam seguros, e que todos levem apenas boas recordações dos tempos de escola”.

Ver comentários
  • Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.