×

Publicidade

Coluna do Udes Filho

MPT investigará denúncia contra Prosegur; mais vigilantes procuram O 4º PODER

Pelo menos oito vigilantes procuraram O Quarto Poder nos últimos dias apresentando mais denúncias de irregularidades supostamente praticadas pela Prosegur no Maranhão.

O caso da tentativa de fraude contra o Governo Federal praticada pela multinacional espanhola Prosegur, empresa do ramo da segurança privada e transporte de valores, que tem São Luís como uma de suas bases de atuação no Brasil, parece estar longe de ficar no esquecimento.

O portal O Quarto Poder, através de Coluna do Udes Filho, em primeira mão, denunciou a tentativa de fraude, inclusive, com a publicação de um vídeo no qual um funcionário da Prosegur aparece propondo um “acordo por fora” para trabalhadores da empresa, dentro de uma de suas bases, em São Luís, capital do Maranhão. O acordo oficial, no papel, teria a redução de 70% do salário dos funcionários, mas o homem no vídeo “garante” que, na prática, a redução será de no máximo 50%.

Continua após a Publicidade

A diferença seria paga pelo Governo Federal através do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda (Bem), instituído através da Medida Provisória 936.

MINISTÉRIO PÚBLICO ENTRA EM CAMPO

 

O Ministério Público do Trabalho no Maranhão (MPT-MA) informa que recebeu denúncia sobre o fato que envolve a empresa Prosegur e que irá apurar as possíveis irregularidades. O órgão ministerial ressalta que possui uma coordenadoria de combate às fraudes trabalhistas e que está atento aos impactos causados pelas Medidas Provisórias 936 e 927 de 2020 nas empresas e trabalhadores.

Em caso de abertura de inquérito civil, as partes envolvidas serão chamadas para prestar esclarecimentos. Se as irregularidades forem confirmadas, poderá haver proposta de assinatura de termo de ajustamento de conduta a fim de sanar a situação. Caso não haja acordo administrativo, o MPT-MA poderá ajuizar uma ação civil pública na Justiça do Trabalho.

VIGILANTES FAZEM MAIS DENÚNCIAS

 

Pelo menos oito vigilantes procuraram O Quarto Poder nos últimos dias apresentando mais denúncias de irregularidades supostamente praticadas pela Prosegur no Maranhão.

Todo o material está sendo estudado por nossa Assessoria Jurídica e, nos próximos dias, certamente, a Coluna do Udes Filho trará mais informações sobre ações suspeitas da Prosegur, neste momento de pandemia do novo coronavírus, no Maranhão.

Leia também:

 

Pandemia: multinacional espanhola Prosegur tenta dar golpe no Governo Federal e lesar vigilantes no Maranhão

 

Em nota, Prosegur evita tratar sobre “fraude” e diz ter assinado acordo com o SINDVIG-MA

 

Caso Prosegur: Sindicato impediu redução fraudulenta de 70% nos salários
Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.