×

Publicidade

Coluna do Udes Filho

Raposa: Marinha instaurará inquérito para apurar caso dos pescadores desaparecidos

A Marinha do Brasil explicou que atua em conjunto com o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão, o Centro Tático da Polícia Militar e a Secretaria de Pesca da Raposa-MA, nas buscas pelos pescadores.

Os pescadores desaparecidos da Raposa

Procurada pelo O Quarto Poder, através da Coluna do Udes Filho, sobre o caso do desaparecimento do blogueiro Gugu Maranhão e a tripulação do barco Vitória, da cidade de Raposa, a Marinha do Brasil esclareceu alguns fatos quanto às medidas adotadas até o momento.

Segundo relatos, André Veras Silva, de 38 anos, Francisco José Pereira Araújo, de 31 anos, o Gugu Maranhão, e Lucas dos Santos Santos, de 19 anos, saíram do Porto do Braga em Raposa no último dia 25 de junho. O destino deles seria a localidade Farol de Santana, em Humberto de Campos, onde iriam pescar, mas até hoje não foram encontrados.

Continua após a Publicidade

O caso tem ganhado repercussão no Estado, principalmente, na cidade de Raposa, onde moram familiares e amigos dos desaparecidos e vem levantando uma grande discussão, nas redes sociais, quanto à responsabilidade sobre as fiscalizações de segurança e monitoramento das pequenas embarcações que trabalham na pesca artesanal em Raposa e em todo o Estado.

Nas redes sociais, populares se dividem em culpar a Marinha do Brasil, a Colônia de Pescadores do município ou a Secretaria Municipal de Pesca.

Em nota encaminhada à Coluna do Udes Filho, a Marinha do Brasil (MB), por intermédio da Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA), informou que só no dia 04 de julho, recebeu a informação do desaparecimento de três tripulantes que estavam em uma embarcação tipo biana, próximo às localidades do Farol de Santana e Travosa-MA. De acordo com a CPMA, uma equipe de busca e salvamento foi enviada para a região a fim de coletar mais dados sobre o ocorrido e iniciar as buscas pelos desaparecidos.

Ainda de acordo com a nota, a Marinha do Brasil explicou que atua em conjunto com o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão, o Centro Tático da Polícia Militar e a Secretaria de Pesca da Raposa-MA, empregando diversos meios como botes, moto aquática e aeronaves para localizá-los o mais breve possível. A Capitania informou ainda que instaurará um inquérito administrativo para apurar as causas e responsabilidades do fato.

Normas da Autoridade Marítima

Conforme as Normas da Autoridade Marítima (NORMAM-03/DPC), é atribuição da
Capitania dos Portos a fiscalização do tráfego aquaviário nos aspectos relativos à segurança da
navegação, à salvaguarda da vida humana e a prevenção da poluição ambiental por parte das
embarcações na área sob sua jurisdição. Ressalta-se, ainda, que é de responsabilidade do
Comandante da embarcação manter equipamentos de salvatagem e segurança compatíveis com a atividade que irá empreender e com o número de pessoas a bordo, como consta na NORMAM

Destroços e tampa de isopor podem ser de embarcação de pescadores desaparecidos

Destroços de um barco e uma tampa de caixa de isopor foram encontrados nesta quarta-feira (08), na localidade Maruim, e podem ser da embarcação que desapareceu com três pescadores do município de Raposa. Os objetos foram achados por pescadores que estão ajudando nas buscas na região. Levados para a cidade de Raposa, um dos objetos – tampa de isopor – foi reconhecido por familiares dos desaparecidos.

Dias depois da saída deles, pescadores de São José de Ribamar encontraram à deriva uma caixa de isopor, uma rede de pesca, sinalizadores, garrafa de café e galões de água, além de combustíveis  que seriam do barco usado pelas vítimas.

Veja a íntegra da nota da Marinha do Brasil

 

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.