×

Publicidade

Geral

Maranhão destina mais de R$ 1 milhão em chamadas públicas beneficiando agricultores

Com o objetivo de democratizar o acesso às políticas públicas de fortalecimento da agricultura familiar, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), está com editais de chamada pública em aberto. As chamadas beneficiarão as Escolas de Campo de Formação por Alternância e a cadeia produtiva do extrativismo relacionada ao babaçu e a juçara. As inscrições encerram no dia 10 deste mês.

Juntas, as chamadas têm o valor de mais de R$ 1 milhão, sendo R$ 600 mil para as Escolas de Campo de Formação por Alternância e R$ 409.735,00 para a cadeia produtiva do extrativismo. O recurso será investido em projetos de modernização e fortalecimento das práticas pedagógicas das Escolas de Campo de Formação por Alternância, projetos para reforma, ampliação e/ou adequação de agroindústria familiar de melhoramento do azeite e mesocarpo de coco babaçu e ainda projetos de estruturação de empreendimento agroindustrial coletivo de melhoramento de juçara.

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o Governo do Estado vem reafirmar o compromisso com os agricultores familiares, melhorando a qualidade de vida do homem do campo. “As chamadas públicas são uma maneira democrática de beneficiamento dos agricultores familiares, além disso, propicia investimento pequeno e retorno rápido e apresenta ainda uma repercussão na geração de emprego e renda bastante expressiva e é isso que as chamadas públicas proporcionam: valorização das riquezas do Maranhão e beneficiamento da população”, explicou.

Continua após a Publicidade

De acordo com a secretária adjunta de Extrativismo, Povos e Comunidades Tradicionais da SAF, Luciene Dias, as chamadas públicas são uma forma de valorização do produto do extrativismo. “As diversas formas de beneficiamento da juçara e do babaçu permitirão aos agricultores familiares alternativas que gerarem trabalho e renda, constituindo-se em uma alternativa consistente de recuperação da economia dos agricultores familiares”, explicou.

As inscrições devem ser feitas no Protocolo da SAF, no horário das 13h às 18h, de segunda a sexta-feira, mediante apresentação de documentação exigida no edital. As inscrições estarão abertas no período de 10 de julho a 10 de agosto de 2017. A Secretaria de Estado da Agricultura Familiar está localizada na Avenida São Luís Rei de França, Lote E1 – C, Bairro Turu, São Luís/MA, CEP: 65.075-470. Os editais estão disponíveis no site da SAF: www.saf.ma.gov.br.

Além das chamadas públicas que estão abertas (escolas do campo de formação por alternância, cadeia produtiva da mandioca e a cadeia do extrativismo com foco no beneficiamento do babaçu e da juçara), a SAF já concluiu chamadas públicas para o acesso à água com a implantação de Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água, Cisternas Escolares e cadeia produtiva do mel.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.