×

Publicidade

Justiça

Mãe de Eliza Samudio quer impedir Bruno de se aproximar do filho

Sônia de Fátima vai pedir à Justiça uma medida cautelar para proibir o jogador de se aproximar da criança de nove anos; Bruno foi solto na última semana

Sônia de Fátima Moura, mãe da modelo Eliza Samudio, revelou nesta segunda-feira (22), que vai pedir à Justiça para proibir o goleiro Bruno Fernandesde se aproximar do filho que o atleta teve com Eliza.

O ex-jogador do Flamengo, condenado a 20 anos e nove meses de prisão pelo sequestro e morte da ex-amante, foi solto na última sexta-feira (19). Ele conseguiu progressão de regime para o semiaberto e vai cumprir o restante da pena em casa.

O atleta, que tem quatro filhos, só teve contato com Bruninho quando este tinha poucos meses de vida. Quando o ex-goleiro do Flamengo foi solto em 2017, ele contou que tinha interesse em estreitar os laços.

Contudo, a situação preocupa a dona de casa Sonia de Fátima, de 53 anos. Ela conta que já está negociando com a advogada da família uma forma de conseguir medida protetiva que impeça o atleta de se aproximar da criança, hoje com nove anos. Apesar de se preparar para ir à Justiça, Sonia garante que, se for da vontade do neto, ela vai permitir que os dois se encontrem.

Continua após a Publicidade

— Na hora que ele escolher conhecer o pai, eu vou respeitá-lo, mas a Justiça também tem que apoiar a ideia.

Bruninho, que já conhecia a trama que envolve a história da família, soube da soltura do pai pelos jornais. Segundo Sonia, o menino ficou assustado.

— Eu vi a expressão de medo nos olhos do meu neto.

O filho de Bruno e Eliza mora com Sonia, o avô e um tio na cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. A avó conta que ele é um garoto alegre e “grande para idade” dele. A semelhança física com o pai também chama atenção.

— Algumas pessoas ficam assustadas com o tanto que eles se parecem.

Progressão de regime

O goleiro Bruno Fernandes deixou o Presídio de Varginha na última sexta-feira (19). A 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Varginha, a 320 km de Belo Horizonte, concedeu ao atleta a progressão para o regime semiaberto na quinta-feira (18). Com isso, ele passará a cumprir pena em casa.

O atleta foi condenado a 20 anos e nove meses de detenção pela morte e sequestro da ex-amante, Eliza Samudio. Preso desde 2010, o ex-jogador cumpriu 43% do total de sua pena.

Procurada pela reportagem, a advogada de Bruno, Marina Migliorini, disse que Sonia tem o direito de tentar as medidas judiciais cabíveis e que o caso deve ser analisado pela Justiça.

Fonte:R7.com

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.