×

Publicidade

Maranhão

Com Restaurante Popular, trabalhadores se alimentam e geram renda

Aldenair de Souza e seus colegas de um assentamento na zona rural de Governador Newton Bello costumam chegar com fome à sede da cidade. Lá, eles vendem os produtos que cultivam no assentamento. Até o início deste mês, eles voltavam com a fome ainda maior para a zona rural. Mas agora isso mudou.

Os trabalhadores do Assentamento 16 de abril e o restante do município têm agora à disposição o Restaurante Popular, entregue nesta semana pelo Governo do Estado e que serve refeições completas a R$ 2.

Continua após a Publicidade

Além de comer a preço simbólico, os trabalhadores rurais também vão vender os produtos que cultivam para o restaurante.

“Isso muda a realidade das pessoas porque, além de comer pelo preço de R$ 2, eles vão fornecer os alimentos para o restaurante. Eles trazem os produtos para vender aqui num preço bom e também vão se beneficiar através da alimentação”, diz Aldenair Souza, presidente do assentamento.

“Muitas vezes, eles vêm de lá, que é longe, e ficam com fome. Agora, não. Com prato de R$ 2, vão almoçar aqui e voltar satisfeitos para sua casa”, acrescenta.

Cursos

Os Restaurantes Populares, além de servir refeições, também servem de locais para geração de renda e trabalho. Mais de 56 mil pessoas foram capacitadas desde 2015 em cursos profissionalizantes relacionados à alimentação em todos os Restaurantes Populares do Estado.

Durante as oficinas, os alunos recebem orientações sobre a forma correta de manipular os alimentos, sobre higiene pessoal e ambiental, além de aprender, na prática, como preparar receitas utilizando de forma integral os alimentos.

A dona de casa Francisca Maia, de Newton Bello, é a mais nova aluna de um desses cursos. Ela se matriculou logo que soube das capacitações. “Essa cozinha equipada com estes cursos disponíveis é uma esperança para todos nós que precisamos aprender uma profissão e queremos melhorar nossa vida”, disse.

“Além de oferecer alimentação a baixo custo, o restaurante vai ter cursos de qualificação profissional e uma série de outras atividades pensando na segurança alimentar e nutricional, para além da alimentação”, diz Bruno Lacerda, secretário adjunto de Promoção do Plano Mais IDH, que leva uma série de ações para melhorar a qualidade de vida nos 30 municípios mais carentes do Estado. Newton Bello faz parte da lista.

 

Ver comentários
  • Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.