×

Publicidade

Maranhão

Com restrições, shoppings centers reabrem e registram pouca movimentação em SL

Shoppings da Região Metropolitana reabriram nesta segunda-feira (15) após ficarem quase três meses fechados por conta da pandemia.

Os shoppings centers reabriram nesta segunda-feira (15) na Região Metropolitana de São Luís após ficarem quase três meses fechados por conta da pandemia de Covid-19. Alguns shoppings da capital  foram registradas poucas filas e baixa a movimentação de pessoas nos locais.

Logo na entrada dos shoppings, foram colocados aparelhos que medem a temperatura corporal, funcionários orientavam consumidores e organizavam o fluxo de pessoas. Também foram disponibilizados tapetes higienizadores e pontos para higienização das mãos com álcool em gel.

Cartazes foram fixados na entrada das lojas indicando o limite máximo de ocupação de pessoas. Em lojas de departamento, algumas entradas foram isoladas com papel filme para evitar aglomerações. Por terem ficado muito tempo fechadas, alguns lojistas apostaram nas promoções que foram sinalizadas nas vitrines.

Continua após a Publicidade

Sinalizações para distanciamento social foram colocadas no chão, em escadas rolantes e a maioria dos corredores ficaram praticamente vazios na reabertura. As praças de eventos e alimentação foram desativadas para evitar aglomerações e não houve muita movimentação.

Liberação gradual e flexibilização

A reabertura dos shoppings integra o processo de liberação gradual das atividades comerciais no Maranhão, determinada após autorização do governador Flávio Dino (PCdoB). As atividades estão sendo liberadas em meio ao aumento dos casos de Covid-19 no estado, que neste domingo (14), chegou a quase 60 mil casos da doença, com 1467 mortes.

Após os 13 dias de ‘lockdown’ (bloqueio total) dos serviços não essenciais na Região Metropolitana de São Luís, os municípios começaram a enfrentar um processo gradativo de abertura por etapas. As determinações seguiram protocolos de segurança e sanitários aprovados pela Casa Civil.

O governo determinou a reabertura de empresas familiares, ou seja, locais em que trabalham somente o proprietário e pessoas do seu grupo familiar. Em seguida, foi reaberto o comércio de rua e as organizações religiosas, que devem seguir protocolos sanitários e distanciamento entre pessoas.

Reabertura do comércio é alvo de críticas

Pesquisas indicam que a Covid-19 ainda não está sob controle na Grande São Luís. O estudo que é baseado em modelos matemáticos, aponta que a causa para isso está relacionada com o baixo índice de isolamento social no estado e o aumento no número de casos e mortes em São Luís, após o ‘lockdown’.

Outro estudo do Institute for Health Metrics and Evaluation (IHME) aponta que o registro de mortes por Covid-19 no Maranhão está superando as previsões. Os pesquisadores projetam que até em agosto, o estado pode registrar mais de 5 mil mortes pela doença.

Mesmo com as estatísticas, o governador Flávio Dino diz que a decisão de reabertura foi tomada com base em critérios técnicos e no aumento dos leitos de UTI na rede de saúde. Sobre o aumento de casos, o governador diz que a principal causa é o aumento dos testes para Covid-19 realizados nos pacientes.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.