×

Publicidade

Maranhão

Primeiro sorteio do Minha Casa Melhor acontece neste sábado (6)

O programa estadual Minha Casa Melhor realiza o primeiro sorteio de beneficiários neste sábado (6). Serão 1,5 mil pessoas sorteadas para receber o auxílio no valor de R$ 600, que será utilizado para compra de móveis, eletros e utensílios domésticos. O sorteio poderá ser acompanhado com transmissão pela televisão e nas diversas plataformas de mídia do Governo do Maranhão.

Os contemplados são selecionados por etapa e região, alcançando todo o Estado. Nesta primeira fase, o sorteio abrange famílias nos municípios de Açailândia e Buriticupu, onde serão 400 sorteados; Itinga e Bom Jesus das Selvas, com 200; e 100 beneficiários em São Francisco do Brejão. O Minha Casa Melhor estimula a economia local, com o movimento do comércio, além de gerar trabalho e renda.

O titular da secretaria de Estado de Governo (Segov), Diego Galdino, pontua que a iniciativa se pauta no atendimento às demandas de ordem social, econômica e promove cidadania. “São diversas lojas cadastradas em todo o Maranhão e uma série de opções às famílias. Com os recursos, o beneficiado pode adquirir itens que vão lhe dar mais qualidade e condições melhores de vivência”, reforçou o secretário de Governo.

Continua após a Publicidade

Após o sorteio, o selecionado vai ganhar um cartão de débito, com o total de R$ 600 para comprar diversos itens para sua casa. O cartão tem validade de 90 dias, após o recebimento. Lojistas cadastrados recebem o valor automaticamente, em conta bancária vinculada. Em São Luís, totalizam 47 lojas inseridas no cadastro. Participam, ainda, comércios das outras cidades da Grande Ilha e dos interiores.

No total, o programa vai beneficiar 45,6 mil famílias, por regiões e considerando o número de cadastrados no CadÚnico por município. Em São Luís, por exemplo, serão cinco mil beneficiários. Os sorteios vão ser realizados até o mês de agosto, sendo mais de mil contemplados por semana. O próximo está marcado para dia 13 de março.

Para ter acesso ao benefício, a pessoa precisa apenas estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O sistema é o instrumento de identificação e caracterização socioeconômica das famílias de baixa renda, possibilitando acesso às políticas públicas de assistência social do estado.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.