×

Publicidade

Mundo

Guaidó volta a convocar população para greve na próxima semana

Chefe do Parlamento da Venezuela, Juan Guaidó é reconhecido como presidente interino do país por mais de 50 nações, incluindo o Brasil

O chefe do Parlamento da Venezuela, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino do país por mais de 50 nações, incluindo o Brasil, voltou a chamar nesta quinta-feira para a organização de uma “greve ou protesto social” para a próxima semana próxima, após a tentativa fracassada de quinta-feira (2).

“Convoco todos os setores do país para fazer pronunciamentos exigindo a cessação da usurpação, a atuação constitucional das Forças Armadas, sua participação na Operação Liberdade, organizar e realizar um dia de greve ou protesto setorial durante a próxima semana”, disse no Twitter.

O líder opositor tinha convocado uma greve progressiva na administração pública nesta quinta, mas não houve relatos, nem pronunciamentos dos sindicatos.

Continua após a Publicidade

Já para o sábado, ele solicitou aos seus partidários que se mobilizem até as principais unidades militares do país para pedir a eles que defendam a Constituição.

No dia seguinte, a oposição considera realizar uma “vigília e oração pelos mártires e pela liberdade”.

O chefe do Parlamento liderou na última terça-feira uma rebelião militar ao lado de 20 militares contra o presidente Nicolás Maduro.

Após o acontecimento, Guaidó recebeu um amplo apoio de seus simpatizantes nas ruas que saíram para exigir a saída de Maduro do poder, com um saldo de quatro mortes, segundo uma ONG.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.