×

Publicidade

Polícia

Filho mais velho de Flordelis tentou adquirir arma em 2018

Exército negou a concessão do requerimento no ano passado após Flávio dos Santos Rodrigues não apresentar documentos exigidos às Forças Armadas

Flávio dos Santos Rodrigues, de 38 anos, suspeito pela morte do pastor Anderson do Carmo, tentou adquirir um certificado de registro do Exército, para ter uma arma como colecionador. Feito em 2018, o requerimento foi negado.

Em nota, o Exército confirmou que Flávio não possui o registro de CAC (Colecionador, Atirador e Caçador), mas chegou a apresentar a solicitação de concessão, porém o pedido foi indeferido devido a não apresentação de documentos exigidos no processo.

Continua após a Publicidade

De acordo com o Comando Logístico do Exército, a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados exige documentos como certidões negativas de antecedentes crimanais das Justiças Federal, Estadual e Eleitoral, atestado de aptidião psicológica e carteira de identificação.

 

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.