×

Publicidade

Política

Bolsonaro: ‘Arma legal não é para cometer crime, é para evitar crime’

Presidente afirmou que não é o responsável pela organização de protestos pró-governo e que apenas comparece para prestigiar seus apoiadores

Uma desoneração nesse momento da maior crise econômica da história deve gerar desemprego para 500 mil até 1 milhão de pessoas”, afirma.

O presidente Jair Bolsonaro defendeu o porte de armas a cidadãos comuns na manhã desta segunda-feira (1º) em conversa com apoiadores em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília.

“Uma arma legal não é para cometer crime, é para evitar crime”, afirmou o presidente.

Continua após a Publicidade

Perguntado sobre os protestos que aconteceram neste domingo (31), o presidente disse que “não participa de nada” e que só vai “prestigiar vocês que estão me apoiando”.

“Pessoal de um movimento limpo, decente, pró democracia, pela lei e pela ordem. Eu apenas compareço”, disse Bolsonaro.

O presidente também criticou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.