×

Publicidade

Política

Bolsonaro: ‘Enviamos ao STF um homem terrivelmente evangélico’

Presidente comemorou nesta quinta-feira (2) a aprovação do nome de André Mendonça para uma vaga na Suprema Corte

O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia alusiva à marca de 100 milhões de poupanças sociais digitais Caixa.

 

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (2) que conseguiu enviar ao STF (Supremo Tribunal Federal) um “homem terrivelmente evangélico”, em relação ao nome de André Mendonça, aprovado nesta quarta-feira (1º) pelo Senado.

“Hoje, para mim, para todos nós, para os cristãos, é um dia bastante feliz. Conseguimos enviar para o Supremo Tribunal Federal um homem terrivelmente evangélico. Um compromisso nosso de mandar para a Suprema Corte uma pessoa que tem Deus no coração”, afirmou Bolsonaro.

Continua após a Publicidade

A fala do chefe do Executivo ocorreu na manhã desta quinta-feira, durante formatura do curso de formação e graduação de sargentos da Escola de Sargentos de Logística em Deodoro, no Rio de Janeiro. Ele estava acompanhado dos ministros Braga Netto (Defesa) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), além do deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ). Concluíram o curso 398 alunos que foram promovidos à graduação de terceiro-sargento.

“Mais do que o Exército, o Brasil deposita uma enorme confiança em vocês. Temos uma pátria maravilhosa, que tem tudo para crescer e ser ainda uma nação muito maior”, disse Bolsonaro.

“Quisera o destino, quisera o nosso Deus, que eu me elegesse presidente da República num quadro bastante incerto. Mas o que vale para todos nós é a fé, a perseverança, a vontade de vencer e a luta incessante”, acrescentou.

Programas do governo

Bolsonaro desembarcou no Rio de Janeiro às 10h30, de acordo com a agenda oficial, e participou da formatura militar. Na sequência, às 13h, ele retorna para Brasília, onde vai participar da assinatura dos decretos que instituem o auxílio-gás e o programa Alimenta Brasil.

Nesta quarta-feira (1º), Bolsonaro encaminhou ao Congresso Nacional projeto de lei que abre crédito especial de R$ 300 milhões para pagamento do auxílio-gás, programa do Ministério da Cidadania.

O benefício, que recebeu o nome de Gás dos Brasileiros, será concedido às famílias inscritas no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) com renda mensal per capita inferior a meio salário mínimo ou que tenham membros que recebam o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Aprovação do nome de Mendonça

O nome de Mendonça foi aprovado, primeiramente, na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado por 18 votos a 9. Na sequência, o ex-advogado da AGU (Advocacia-Geral da União) foi aprovado pelo plenário do Senado por 47 votos a 32.

Mendonça deve tomar posse na Suprema Corte em até duas semanas. Seu nome havia sido escolhido por Bolsonaro em julho deste ano para ocupar a cadeira deixada pelo ministro Marco Aurélio Mello, que se aposentou. No entanto, para assumir o posto, precisava do aval dos senadores.

 

 

 

 

Fonte: R7.com

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.