×

Publicidade

Política

Bolsonaro: PSL vai ao Supremo pedir inconstitucionalidade da Lei das Fake News

O presidente aproveitou para convidar a população a participar das comemorações do Dia da Independência.

O presidente, Jair Bolsonaro, recebeu, nessa quinta-feira (5), na transmissão ao vivo que faz nas redes sociais, os ministros da Justiça, Sergio Moro; da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira; da Advocacia-Geral da União, André Mendonça, e da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário. Foi deles que Bolsonaro recebeu as orientações para sancionar com vetos a Lei de Abuso de Autoridade.

Na transmissão, o presidente comentou sobre vetos a outra lei: a que criminaliza a disseminação de boatos – as fake news – relacionados às eleições.

Após Bolsonaro vetar trechos da lei, o Congresso Nacional derrubou todos os vetos e restaurou a versão aprovada pelo Legislativo.

Continua após a Publicidade

Para Jair Bolsonaro, a lei é abusiva. O presidente anunciou que o partido dele, o PSL, vai ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir que, pelo menos em parte, a lei seja declarada inconstitucional.

Ainda na transmissão, Jair Bolsonaro lembrou que nesta sexta-feira (6) faz um ano do episódio em que ele foi atingido por uma facada, durante um ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

O presidente voltou a defender a ampliação do uso de armas de fogo.

Bolsonaro também falou sobre o desfile militar do 7 de Setembro e disse que vai receber muitos convidados, entre eles o bispo e dono da TV Record, Edir Macedo, e o apresentador e dono do SBT, Silvio Santos.

O presidente aproveitou para convidar a população a participar das comemorações do Dia da Independência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:Agência Brasil

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.