×

Publicidade

Câmara SL

Câmara mobiliza propostas pela alimentação mais acessível

Neste ano, o tema do Dia Mundial da Alimentação é “As nossas ações são o nosso futuro. Melhor produção, melhor nutrição, melhor ambiente e melhor qualidade de vida”

Neste sábado (16), é comemorado o Dia Mundial da Alimentação. Para reforçar a importância do alimento de qualidade e acessível a todos, vereadores da Câmara Municipal de São Luís, vêm se mobilizando na elaboração de propostas, para que esse direito chegue aos que mais precisam. São proposições que têm como principal foco, diminuir os efeitos da fome na capital.

O vereador Dr Gutemberg é o autor da Lei nº 268/2013, que cria o Banco Municipal de Alimentos em São Luís. “Vivemos em um momento extremamente delicado, no nosso município e no país, por conta da pandemia. A saúde e a segurança alimentar são duas coisas fundamentais. Esse projeto, que cria o Banco Municipal de Alimentos, é muito importante, pois, produtos que estão nas feiras, supermercados e outros, que estão em boas condições de consumos, serão organizados e distribuídos às famílias carentes. Tenho esperança que o prefeito Eduardo Braide materialize esse projeto”, frisou.

Indicação nº 420/21, de Raimundo Penha (PDT), solicita ao estado extensão dos benefícios do Restaurante da Educação, localizado na Rua do Egito, aos professores, profissionais e estudantes da rede municipal de ensino de São Luís. Envolvendo o mesmo restaurante, indicação nº 4205/21, do vereador Octávio Soeiro (Podemos), solicita ao Governo do Estado a criação de mais unidades para atender nas zonas rurais da capital.

Continua após a Publicidade

Indicação da vereadora Fátima Araújo (PCdoB), ao Governo do Estado, também solicita providências para aumentar o número de refeições servidas no Restaurante Popular do bairro João de Deus. A proposta é que sejam acrescentadas 500 refeições a mais, por dia, com fins de suprir a demanda de atendimento. “O restaurante está com alta demanda. São muitas pessoas necessitando e as mil refeições servidas já não conseguem atender a todos. Desta forma, vimos a necessidade que seja ampliado o número de refeições servidas e assim, contemplar a todos daquela área que necessitam”, enfatizou a parlamentar.

O vereador Álvaro Pires (PMN), também apresentou proposta neste sentido, com o Projeto de Lei 82/2021. Pelo texto, a Prefeitura fica autorizada a utilizar recursos financeiros para distribuição de cestas básicas aos alunos da rede pública, durante a pandemia ou em caso de calamidade pública.

Alimento para todos

O dia 16 de outubro foi escolhido como Dia Mundial da Alimentação, para lembrar a criação, em 1945, da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Este ano, as comemorações, em todo o mundo, têm como tema “As nossas ações são o nosso futuro. Melhor produção, melhor nutrição, melhor ambiente e melhor qualidade de vida”. Em 2020, mais de 19 milhões de brasileiros passaram fome, de acordo com dados da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan).

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.