×

Publicidade

Câmara SL

Coletivo Nós repercute o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

O co-vereador Jhonatan Soares frisou a importância de uma política articulada com os diversos setores.

O co-vereador Jhonatan Soares, representando o Coletivo Nós (PT), destacou em seu discurso nesta segunda-feira, 06, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado na última sexta-feira.

O parlamentar lembrou do tema deste ano, “Uma vida sem violência também é uma vida de direitos humanos”, que orientou uma programação especial, por toda cidade e por todo o estado, em homenagem a data.

“Não trata-se de um dia de comemorações, antes é um dia de resistência que nos encoraja a cada dia mais estar lutando por qualidade de vida, dignidade e por políticas públicas às pessoas com deficiência na nossa cidade”, avaliou.

Continua após a Publicidade

Atuação da Câmara

Ele destacou ainda a atuação da Casa Legislativa por meio de seus projetos de lei, inclusive de autoria do Coletivo. Citou, por exemplo, o PL 152/21 que visa instituir o laudo permanente para doenças irreversíveis, fruto de uma demanda do Fórum de Pessoas com Deficiência do Estado do Maranhão.

“No nosso mandato temos uma organização interna que nos permite atender diversas demandas da sociedade. Nosso Comitê de Participação Popular conta com mais de 70 pessoas, divididas em 14 grupos de trabalho, entre eles existe o Grupo de Trabalho da Pessoa com Deficiência”, explicou.

Militantes, ativistas e pessoas com deficiência ajudam a construir políticas públicas viáveis que atendam sua realidade. O co-vereador frisou a importância de uma política articulada com os diversos setores.

Violência Contra as Mulheres

Outro tema suscitado em plenário pelo Coletivo foi o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, nesta segunda-feira, 06. Instituído em 2007, a data será seguida de 16 dias de ativismo contra tal violência.

Para Jhonatan, enquanto os homens não compreenderem o papel que têm desempenhado, a sociedade não pode evoluir. Para ele é necessária a consciência crítica, diante de tantos dados que revelam a morte de, pelo menos, uma mulher a cada 24h vítima dessa violência.

“A maioria das pessoas que estão nos espaços de poder, somos nós: homens, que ainda defendemos e cultuamos uma sociedade machista, patriarcal e que devido a nossa posição de privilégio ainda não conseguimos identificar as situações históricas que nossas familiares, colegas de trabalho e outras que sequer conhecemos vivenciam”, concluiu.

Padre Bráulio

Por fim, Jhonatan fez menção aos 40 anos de ordenação que o padre Bráulio Ayres faria neste dia 06 de dezembro. O pároco foi o primeiro padre negro ordenado de São Luís. E segundo o parlamentar, estendeu sua liderança para além da Igreja Católica.

“Estamos falando de um homem que lutou pelas populações empobrecidas, que atuou pela instrução de outros negros, pelas pessoas da área rural. Responsável pela construção de muitas paróquias e de um legado inestimável”, finalizou.

O co-vereador estendeu o convite para todos quantos quiserem participar de uma celebração que ocorrerá nesta segunda-feira, 06, na Paróquia da Liberdade, a partir das 19h30, em homenagem à sua trajetória.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.