×

Publicidade

Política

Joice Hasselmann diz que acionará Conselho de Ética contra senador

Deputada, que apareceu com hematomas no rosto e acionou Polícia Legislativa para investigar o caso, não citou nomes

 

deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), que relata ter sofrido um atentado, afirmou, nesta segunda-feira (26), que prestará um boletim de ocorrência e acionará o Conselho de Ética contra um senador.

“Vou acionar Conselho de Ética contra um senador, fazer um boletim de ocorrência contra ele”, afirmou Joice, sem citar nomes e o motivo da representação na comissão do Senado.

Continua após a Publicidade

A parlamentar presta, durante o período da tarde, o terceiro depoimento sobre o episódio, que ocorreu no sábado (17). Joice criticou, ainda, a PF (Polícia Federal).

“Eu já disse que a Polícia Federal, desde que houve a intervenção do presidente da República na Polícia, que gerou a saída do Sergio Moro, me desculpa, eu não posso confiar, não é na instituição, mas não posso deixar de desconfiar que o Planalto, que me tem como inimigo, possa fazer uma manipulação das coisas”, disse.

ex-ministro da Justiça e Segurança Pública deixou o cargo em abril de 2020 após troca no comando da PF. Na ocasião, o ex-juiz acusou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de interferir politicamente na instituição. Joice, por sua vez, é defensora de Moro.

“Então se o Ministério Público entender que a PF tem que ser chamada, vai acionar. Está nas mãos do Ministério Público. Eu trouxe todas as cópias aqui”, completou.

A parlamentar, antiga aliada e hoje desafeto de Bolsonaro, contou que “está bem melhor”. “Consegui fazer um curativo novo no queixo, então já saiu bastante infecção, mas agora já dá para iniciar um processo de cicatrização.”

O Caso

Joice relatou que sofreu fraturas no rosto e na coluna em um incidente ocorrido em seu apartamento funcional em Brasília. De acordo com o texto, a deputada “acordou já caída no chão do corredor, entre o quarto e o banheiro, com o rosto em uma poça de sangue, sem saber exatamente o que aconteceu”.

Do chão, ela conseguiu chamar o marido – o neurocirurgião Daniel França, que estava no apartamento, mas tinha dormido em outro quarto – para socorrê-la e prestar os primeiros socorros. A parlamentar descarta participação do companheiro no suposto atentado. Neste domingo (25), em entrevista coletiva, o médico negou a acusação. “Eu jamais agredi ninguém, eu não tenho motivo pra fazer isso, eu jamais faria isso”, afirmou.

Exames constataram traumas pelo corpo (joelho, costela, ombro e nunca), cinco fraturas na face e uma na coluna. A segurança no apartamento da parlamentar foi reforçada. Joice desconfia ter sofrido um atentado e, por isso, acionou o Departamento de Polícia Legislativa, que abriu uma investigação sobre o caso. As imagens da câmera de segurança do edifício devem ser analisadas.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.