×

Publicidade

São Luís

Prefeitura beneficia 600 famílias do bairro Santa Cruz com cestas de alimentos do PAA

 

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), realizou, nesta terça-feira (30), a maior entrega de cestas da nova etapa do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da capital maranhense. No total, 600 famílias do bairro Santa Cruz receberam kits com mais de 60 produtos essenciais para uma alimentação saudável e nutritiva, cultivados por pequenos produtores. Com esta entrega, o Município alcança a marca de 85 toneladas de alimentos distribuídos em dois meses.

“Ainda estamos passando por um momento muito difícil, que é essa pandemia. Desde o início da minha gestão, temos trabalhado para minimizar os impactos que ela tem causado. Primeiro avançamos com a vacinação e fizemos de São Luís referência para todo o país e, agora, estamos fortalecendo a distribuição de alimentos. O nosso objetivo é cuidar pessoas”, disse o prefeito Eduardo Braide, ressaltando que garantir comida na mesa dos mais vulneráveis é uma das principais premissas de sua gestão.

Continua após a Publicidade

As famílias aptas a receberem as cestas de alimentos são aquelas ativas no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal, e acompanhadas por um dos 20 Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) espalhados pela cidade. Cada cesta pesa 25 kg e contém, pelo menos, 60 itens, entre os quais estão frutas, verduras, legumes, hortaliças, polpa, mel, ovos e outras proteínas, produtos que servirão, pelos próximos dias, no preparo de refeições de alto valor nutritivo pelas famílias do Santa Cruz.

“Essa é a maior entrega do PAA até agora, desde que iniciamos a nova etapa do programa na cidade. Só aqui no Santa Cruz estão sendo entregues 14 toneladas de alimentos que vão proporcionar muito mais saúde a todos. São alimentos adquiridos junto aos pequenos agricultores familiares. O nosso objetivo é proporcionar qualidade de vida para todos, é ajudar aqueles que mais precisam e seguiremos trabalhando para isso”, destacou o secretário Júnior Vieira, a Semsa.

            Os vereadores Gutemberg Araújo (PSC), vice-presidente da Câmara Municipal, Domingos Paz (Podemos), Álvaro Pires (PMN) e Marlon Botão (PSB), acompanharam a entrega das 600 cestas de alimentos no bairro Santa Cruz, assim como os secretários de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Liviomar Macatrão; de Administração, Diego Rodrigues; de Orçamento Participativo, Pavão Filho; e o presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Felipe Mussalém.

Para o vice-presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, a atual gestão municipal tem dado passos importantes para dar mais qualidade de vida à população. “Estou muito feliz de estar aqui hoje porque o Santa Cruz é a minha casa. O prefeito Eduardo Braide tem sido muito inteligente em suas decisões. Primeiro, ele vacinou a todos contra a Covid. E agora ele está levando alimento de qualidade para a mesa de todos os que estão enfrentando dificuldades neste momento de pandemia”, frisou o vereador Gutemberg.

Beneficiados

A tarde de entrega foi de alegria para todas as 600 famílias beneficiadas com as cestas do PAA. A dona de casa Maria do Socorro Costa, por exemplo, já tinha em mente até as receitas que prepararia com os alimentos que levou para casa. “Com tanta coisa boa vai dar para fazer muita coisa. Já vi que tem alface e vou fazer uma salada, que é sempre bom para comer no almoço e muito saudável”, disse.

A idosa Maria de Fátima Silva, de 75 anos, disse ter ficado feliz ao receber a cesta de alimentos e agradeceu a todos os envolvidos. “Eu agradeço ao prefeito Eduardo Braide e sua equipe por esse trabalho. Essa cesta de alimentos chega em boa hora e vai ajudar bastante. Nós do Santa Cruz somos humildes; muitos não têm mesmo o que comer. Então, essa é uma ajuda muito bem-vinda”, declarou.

Saiba mais

Com a nova etapa do PAA, a maior da história de São Luís, o número de famílias que serão beneficiadas saltou de 6 mil para 50 mil, haja vista o recurso que foi incrementado, passando de R$ 600 mil para R$ 2,6 milhões. O número de produtores/fornecedores também foi ampliado, saindo de 93 para 400, assim como o número de produtos em cada cesta, que deixou de ser 32 e, agora, é 60.

 

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.