×

Publicidade

São Luís

Prefeitura capacita profissionais de saúde no combate à sífilis congênita

 

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) realizou, nesta terça-feira (19), o treinamento de médicos, enfermeiros e agentes comunitários de saúde, para atualização de fluxos e protocolos de atendimento às pessoas com sífilis. A ação integrou a campanha “Sífilis: Teste, Trate, Cure”, como parte do Outubro Verde, iniciativa de conscientização sobre a doença que pode ser congênita. O público-alvo da campanha, que segue até o dia 31 deste mês, são pessoas na faixa etária de 15 a 50 anos.

O secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, explica que o combate à sífilis congênita envolve prevenção, diagnóstico e tratamento. “A sífilis é uma doença infectocontagiosa caracterizada pela transmissão da mãe para o feto ou para o recém-nascido, podendo causar malformação e aborto. A Prefeitura está disponibilizando na rede municipal de saúde ações de prevenção, diagnóstico e tratamento, que se inicia com o acompanhamento da gestante no pré-natal, a realização do teste rápido e a medicação para o tratamento de fácil acesso”, disse.

Continua após a Publicidade

Ainda como parte da programação da campanha, em todas as unidades básicas da rede municipal de saúde, estão sendo feitos os testes rápidos para diagnóstico de sífilis, quando a população recebe informações sobre a importância de prevenir, diagnosticar precocemente a doença e tratar a gestante.

Em 2020, foram notificados 136 casos de sífilis congênita em São Luís. Para prevenir novos casos da doença, a gestão do prefeito Eduardo Braide implantou, em setembro deste ano, o Serviço de Atendimento Especializado, com equipe multidisciplinar, para tratamento ambulatorial das crianças com sífilis congênita, no Centro de Saúde do Bairro de Fátima.

Outra estratégia desenvolvida pelo Município é a intensificação das ações de prevenção e testagem, realizadas nas comunidades pelas equipes do Centro de Testagem e Acompanhamento – CTA na Rua, em parceria com as lideranças comunitárias, toda quinta, sexta-feira e aos fins de semana.

A campanha “Sífilis: Teste, Trate, Cure” conta com o apoio do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-MA), da Escola de Governo e Gestão Municipal (EGGEM), da Universidade Ceuma e entidades da sociedade civil, como o coletivo Por Elas Empoderadas.

Saiba mais

A sífilis é uma doença infectocontagiosa sistêmica, de evolução crônica. A sífilis congênita é a infecção do feto pelo Treponema pallidum, transmitida por via placentária, em qualquer momento da gestação ou estágio clínico da doença em gestante não tratada ou inadequadamente tratada.

Ver comentários

Continue Lendo...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.