×

Publicidade

São Luís

Prefeitura reforça diálogo sobre acessibilidade com comerciantes do Centro Histórico

A Prefeitura de São Luís está avançando nas obras de acessibilidade e restruturação do Centro Histórico de São Luís. O projeto, executado em conjunto pela Secretaria Municipal de Inovação, Sustentabilidade e Projetos Especiais (Semispe), a Fundação Municipal do Patrimônio Histórico (FUMPH) e a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SEMEAPED), tem como intuito promover a melhoria de toda a região, proporcionando maior inclusão social, impulso ao comércio e bem-estar das pessoas que passam pelo local.

Nesse sentido, os órgãos municipais vêm mantendo diálogo permanente com os donos de lojas, restaurantes, bares comércios, trabalhadores e também com os frequentadores da área, para fortalecer as ações de relacionamento e a funcionalidade do projeto.

Na última semana, foi entregue um comunicado oficial para cada comerciante da área, com o intuito de informar às pessoas que serão diretamente impactadas pelas obras. O documento traz informações a respeito do cronograma de etapa dos serviços e também disponibiliza canais de atendimento direto com a Prefeitura, para que o cidadão possa tirar suas dúvidas e até fazer sugestões e elogios. Todos os comerciantes da Rua da Estrela, Rua Portugal, Travessa Boa Ventura e Beco Catarina Mina já foram comunicados. Nos próximos dias, as equipes irão até as demais ruas do entorno.

Continua após a Publicidade

“Os serviços para melhoria dos acessos realizados aqui na nossa área são sempre benefícios para nós comerciantes, para os turistas e, principalmente para os deficientes. É um serviço necessário porque aqui é um sacrifício para os cadeirantes e agora vai ficar muito melhor. Estou achando maravilhoso”, declarou a comerciante Hildenê Silva.

A mobilização para informar os comerciantes do local está sendo realizada pela equipe do trabalho técnico social do programa de Revitalização do Centro Histórico de São Luís. “Todas as obras do programa contemplam ações de Trabalho Técnico Social desenvolvidas durante a execução dos projetos. Neste início da obra de acessibilidade no Centro Histórico, estamos dialogando com os comerciantes que atuam na região sobre o planejamento e cronograma da obra, além de comunicar todos os canais disponíveis para atendimento da população. O serviço atende às salvaguardas sociais exigidas e orientadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), ente financiador do programa que integra esta obra, entre outros projetos de requalificação do Centro de São Luís”, disse a gerente de Melhorias Habitacionais da Semispe, Eloína Reis.

Acessibilidade

As intervenções no Centro Histórico de São Luís vão proporcionar acessibilidade nos padrões universal ao perímetro considerado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e limite de atuação do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), órgão do Governo Federal.

O projeto contempla a implantação de rotas acessíveis com a construção de rampas, travessias elevadas de pedestres, reparos e alargamento de passeios, implantação de mobiliário urbano (bancos, lixeiras, bicicletários), reformas de banheiros, sinalização vertical e horizontal e paisagismo.

Programa de Revitalização do Centro Histórico

O programa de Revitalização do Centro Histórico de São Luís tem o propósito de requalificar os espaços públicos que integram a parte histórica da cidade. As ações, que compreendem reformas e trabalho socioambiental nessas áreas, contribuem para o desenvolvimento sustentável do local por meio de atividades estratégicas de incentivo a revitalização urbana, cultural, socioeconômica e de habitação nesses locais.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.