×

Publicidade

São Luís

Telemedicina: Prefeitura e HU-UFMA auxiliam pacientes com síndromes respiratórias e Covid-19

Serviço, disponível de segunda a sexta-feira, amplia a oferta de atendimento na rede pública de saúde, especialmente nestes tempos de pandemia

Serviço de telemedicina da Prefeitura de São Luís e HU-UFMA auxilia pacientes com sintomas leves de síndromes respiratórias e Covid-19.

Com a necessidade de ampliar o atendimento exclusivo para pacientes com diagnóstico ou sintomas da Covid-19 e também de evitar aglomerações, a telemedicina tem se tornado um serviço cada vez mais importante no cenário atual. Em São Luís, uma parceria da Prefeitura de São Luís com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e o Hospital Universitário (HU-UFMA) garante este tipo de atendimento às pessoas que apresentam sintomas leves de síndromes respiratórias e gripais, incluindo a Covid-19.

O serviço está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e amplia a oferta de atendimento na rede pública de saúde. O usuário que deseja utilizar o atendimento deve inicialmente entrar em contato exclusivamente via WhatsApp pelo número (98) 98882-8452 e logo em seguida recebe as orientações para o atendimento.

O teleatendimento disponibilizado à população presta orientações, por telefone, a pessoas cujos sintomas sejam compatíveis com a Covid-19. Ao ligar para o número do serviço o cidadão fala com um profissional de saúde. Durante a conversa, a equipe médica analisa os sinais e sintomas relatados, além de realizar consultas, e, caso necessário, encaminha os pacientes aos serviços de referência.

Continua após a Publicidade

ATENDIMENTOS

A maioria dos atendimentos realizados desde o fim de abril, quando o serviço foi disponibilizado, tem como recomendação principal a permanência do paciente em casa, mantendo o isolamento social. Somente em casos graves, em que o paciente apresenta sintomas como falta de ar, muita tosse seca e/ou febre alta, é que estes são direcionados aos hospitais de referência.

Por meio deste serviço é garantido o atendimento à população, evitando a aglomeração de pessoas e a superlotação nas unidades de saúde, que ficam disponíveis para atender apenas aos casos que necessitem de assistência presencial. Como a maioria das pessoas desenvolve apenas sintomas leves da Covid-19 o método contribui para evitar o contato destes pacientes com pessoas que não estejam contaminadas pelo novo coronavírus, diminuindo a curva de transmissão.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.