×

Publicidade

Saúde

Como tratar a metatarsalgia

Resultado de imagem para  metatarsalgia

O nome é estranho, mas metatarsalgia significa literalmente “dor no metatarso”. Se você tem essa condição, pode sentir como se houvesse uma bola ou meia dobrada no seu antepé, incomodando e fazendo volume ao andar.

Isso é diferente do Neuroma de Morton, no qual a dor é entre os ossos metatarsos, e diferente de uma fratura por estresse, quando a dor geralmente é ligeiramente atrás da cabeça desses metatarsos. Mas o que chamamos de metatarsalgia é qualquer dor que ocorre na região dos metatarsos e de uma forma genérica inclui esses diagnósticos diferenciais, assim como as dores no hálux como o joanete, artrose e sesamoidite, todos já discutidos.

Continua após a Publicidade

Há vários nervos nessa região do pé, por isso ela se torna dolorosa e pode realmente machucar com o uso inadequado de calçados e treino sem superfícies muito rígidas como no asfalto.

A dor é de irritação geral das articulações e tendões perto do coxim anterior do antepé, onde quem usa salto ou corre no antepé geralmente faz calos. Habitualmente o atleta pode continuar treinando, mas diminui a quilometragem ou termina mancando devido a inflamação.

Tratamentos
1- Uma pequena almofada metatarsal arredondada pode ser colocada atrás da área dolorida para amortecer a pressão. A almofada suporta o arco transverso e a redução do coxim gorduroso plantar. O que acontece com muitas pessoas que sobrecarregam essa região.

2- Palmilhas sob medida podem acomodar o pé como um todo e reduzir a tensão sobre os metatarsos. Geralmente é utilizado um piloto antes da região dolorida.

3- Fisioterapia motora e gentilmente esticar cada dedo do pé para cima e para baixo pode realmente ajudar. Flexionar e estender cada dedo do pé com a mão segurando a região por 5 segundos. Repetir cinco vezes ajuda a alongar e mobilizar a articulação.

4- Alongar os músculos da panturrilha irá diminuir a pressão na parte da frente de seu pé durante a caminhada e corrida. Você precisa alongar todos os grupos musculares para obter melhores resultados. Realizar menos duas vezes por dia com os joelhos fletidos e esticados.

5- Fortalecimento e treino de equilíbrio são muitas vezes a parte negligenciada do tratamento de metatarsalgia em corredores. Fortalecendo os músculos do pé e da panturrilha, você restaura no corpo a habilidade natural de manter o seu arco e reduz a pressão sobre o seu pé durante a corrida.

6- Treinamento do equilíbrio é a aplicação funcional do treinamento de força. Finalizando com a correção da sua pisada, o que chamamos de gesto esportivo correto. Veja com seu treinador as series indicadas para você.

7- Massageie os músculos profundos dos seus pés e perna, inclusive seus ossos metatarsais. Uma garrafa gelada ajuda fazendo movimentos de ir e vir com os pés.

8- Finalmente andar descalço na areia ou na grama de um a três minutos uma vez por dia também ajuda a trabalhar os músculos profundos e tendões do pé.

Se a dor persistir, procure seu médico para fazer exames complementares e eventualmente iniciar o uso de medicamentos.

Ana Paula Simões é Professora Instrutora da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e Mestre em Medicina, Ortopedia e Traumatologia e Especialista em Medicina e Cirurgia do Pé e Tornozelo pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. É Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia; da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, da Sociedade Brasileira de Artroscopia e Traumatologia do Esporte; e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.

Ver comentários
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.